Há algum tempo atrás, um vídeo intitulado Beer Can Bacon Burgers – feito pelos the BBQ Pit Boys – traz um sujeito ao melhor estilo ZZ Top fazendo hambúrgueres recheados e utilizando uma lata de cerveja para “moldar” a carne, rodou a internet e fez um baita sucesso (hoje tem mais de 5 milhões de acessos no Youtube).

Assim que assisti, fiquei atordoado de vontade de fazer! E, já que envolve cerveja, já que tem aqui um Blog de cervejas e já que eu fotografei enquanto eu e a esposa fazíamos, vamos lá! Aprenda a fazer o seu Beer Can Burguer!

Comece preparando o recheio (que alias, vale de tudo!): cebola, alho, shitake, shimeji, linguiça, bacon, alcaparra, pimenta… use o que a imaginação deixar e mandar! Pode (e deve) utilizar queijo também no recheio. Eu usei cheddar, parmesão e gorgonzola.

 

Os temperos são essenciais! Como fizemos 6 combinações diferentes, pudemos utilizar vários molhos e temperos: TODOS os Brewer Chef (ketchup, mostarda, molho de pimenta e barbecue) caem muito bem aqui, bem como um pouco de Tabasco Chipotle, Curry em pó e ainda um pouco de Chimichurri. Alho assado pra quem quer dormir sozinho também é ótimo!

Uma dica de onde comprar os molhos Brewer Chef é na loja YesBeer que tem o melhor preço!

A carne tem que ser fresquíssima e temperada somente com (pouco) sal fino. Utilizamos filé de costela (ou contra filé noix, ou ainda o famoso bife de ancho, é tudo a mesma coisa) que tem a quantidade de gordura ideal para dar liga e sabor. Pode ainda utilizar picanha ou fraldinha, mas eu fico com esse filé. Se você tem um moedor em casa, ótimo, senão moa no açougue no dia de fazer. Acenda a churrasqueira agora!

 

Faça grandes bolas de aproximadamente 320/350 gramas (utilizamos 2 kg para 6 unidades) bem redondinhas e reserve-as. Neste ponto já esteja com os recheios que necessitam cozimento, prontos.

 

Ok… aqui joguei a essência do nome do Beer Can Burguer fora, mas por uma questão de higiene, utilizamos um copo com a mesma bitola de uma lata de 355ml. de cerveja. Você deve enfiar o copo na bola de carne, e moldá-la como se fosse formar um “copo de carne” e então enrolar bacon (esse ainda cru).

 

Ao retirar o copo você deverá ter o “copo de carne” pronto para já receber o recheio. É essencial que faça isto de forma cuidadosa, senão “desmoronará” tudo.

Ai vem uma dica crucial: antes de tudo faça uma “cama” com a cebola e o alho refogado no fundo e na sequência coloque seu queijo de preferência, depois coloque bacon, ou cogumelos, ou linguiça destroçada frita (ou tudo junto) e só então coloque os molhos (barbecue, mostarda, molho de pimenta) e por fim coloque se quiser parmesão (para gratinar), ou pimentas inteiras, ou alcaparras, por exemplo.

 

Neste momento sua churrasqueira já deve estar acesa há mais de 1/2 hora e em brasa. Não use fogo, senão você vai queimar a base e não vai assar a carne. Lembrando que não tem como virar, tem que ficar sempre na mesma posição. Uma outra dica é recortar o papel alumínio em pequenos discos (ou dobrar mesmo) e usar embaixo de cada hamburguer.

Ali eles ficarão por cerca de 30 a 40 minutos e então ficarão bem dourados por fora e bem assados por dentro. Mas é crucial que os ingredientes que necessitam de cozimento já estejam assim previamente, pois se você deixar para fazer isso na churrasqueira, eles ficarão crus. Somente o queijo irá derreter. Não há problemas se já tiverem esfriado um pouco, tudo sairá quentinho da churrasqueira.

 

Passado o tempo de assar, eles deverão ficar mais ou menos assim:

 

Bacon bem corado, queijo e molhos “vazando” pelas fibras da carne e a carne avermelhada/assada (nem crua, nem torrada)

 

Outra dica sensacional que tem no vídeo é você fazer um purê de batatas e “temperá-lo” com o que sobrar dos recheios (cogumelos, linguiça, bacon…) e usar de cama para o burguer.

 

A harmonização aqui ficou por conta da incrível Rogue Voodoo Lemon Chiffon Crueller Ale, uma fruit beer de 6,9% de álcool que leva entre outros ingredientes, suco de limão siciliano, baunilha e marshmallows.

Tem até uma vodka de bacon!

É inspirada numa rosquinha feita pela Voodoo Doughnut e é a quarta da série que já tive o prazer de beber (outras tinham bacon, chocolate, manteiga de amendoim, framboesas, entre outros ingredientes loucos)

 

Se sobrar uma linguiça, a dica aqui é fritá-la e servir com bastante Tabasco e uma Barleynine, como a recém chegada no Brasil da Sierra Nevada, a Bigfoot de bons 9,6% ABV e que contrasta muitíssimo bem com a força da linguiça, potencializada com a picante Chipotle.

Ah sim! Vejam o vídeo:

E… Conte aqui o que achou caso venha a fazer o seu. Recomendo muito, com amigos, com a família…

Obrigado YesBeer pelos molhos!

Saúde!

DELÍCIA! Beer Can Burguer Aprenda a fazer o seu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *